Teste seus conhecimentos em Java brincando

Visitando hoje o JavaRanch achei um joguinho que visa testar seus conhecimentos em java. São feitas perguntas (em inglês) que conforme você vai acertando as respostas, você vai conseguindo levar o gado para dentro do cercado, no final das fases ele mostra o seu resultado dizendo se você tem habilidade ou não em guiar o gado.

Para aqueles que já conhecem a linguagem e buscam fazer a certificação, devem saber que há muitos itens na prova que são famosas “pegadinhas”. Essa dica é muito útil para entender muitas sintaxes e funcionamento da linguagem.

Para acessar diretamente o jogo(teste) clique aqui.

III Natal Java Day

Hoje finalmente tive um tempo pra escrever sobre o III Natal Java Day que ocorreu no CEFET de Natal nos dias 16 e 17 de Novembro.

No primeiro dia o pessoal da Sun(Bruno Sousa, Maurício Leal, Tim Bourdreau e Tim Jacobson) falaram pela manhã sobre o Open Solaris e a tarde sobre NetBeans 6.

No segunda dia a programação foi a seguinte:

08:15 as 08:40 – Abertura com Gleydson Lima do JavaRN
08:45 as 09:35 – EJB3 e JPA com Wesley Silva da BL Informática
09:40 as 10:40 – NetBeans 6 com Tim Bourdreau da Sun
10:45 as 11:35 – A iniciativa JEDI com Daniel de Oliveira do DFJUG
11:40 as 12:30 – Java e TV Digital com Zalkind Lincon da Hirix
12:30 as 14:00 – Intervalo
14:00 as 14:45 – WebSphere com Paulo Fagiane da IBM
14:50 as 15:35 – Qual o preço do Software que você desenvolve com Rodrigo Rebouças do PBJUG
15:40 as 16:25 – Java EE com Red Hat Developer Studio e JBoss Seam com Edgar Silva da JBoss
16:30 as 17:45 – J2ME Polish com Maurício Linhares do PBJUG
17:50 as 18:35 – Ajaxificando suas aplicações com Christiano Milfont do CEJUG
18:40 as 19:00 – Encerramento

O evento também contou com alguns minicursos:

09:40 as 12:30 e 15:00 as 18:00
Introdução a linguagem Java com Mario Melo e Itamir Filho ambos da UFRN
09:40 as 12:30
Introdução a Java Persistence API(JPA) com Leonardo Campos da UFRN
15:00 as 18:00
Java Mobile: Introdução a programação para dispositivos móveis com Maurício Leal da Sun

O evento foi um sucesso. O CEFET de Natal é ótimo… o auditorio muito bem equipado e estava lotado(com certeza mais de 500 pessoas) e a organização deu um show. Com certeza próximo ano estarei presente.

A cobertura completa você encontra no site do Handerson Frota

Dez dicas para sua página carregar mais rápido… você ganha até 4 segundos

Vi essas dicas num site e percebi umas bem simples, como a dica 7 que deixamos de fazer com muita frequência:

Os usuários que navegam pela web geralmente abandonam sites muito lentos e que levam mais do que alguns segundos para carregar. Agora uma pesquisa recente afirma que quatro segundos são o tempo máximo que um comprador online ou apenas um simples navegante esperam até que uma webpage carregue, abandonando o site logo após.

Velocidade é essencial – Já que “4 segundos” decidem uma venda online, os websites “mais rápidos” conseguem reter um tráfego maior e aumentar seus lucros.
Sendo assim, blogueiros e proprietários de site, há muitas maneiras de reduzirmos o tempo de carregamento da página e proporcionar uma navegação mais confortável aos nossos visitantes.

Vamos dar uma olhada em algumas dicas de como tornar nossas páginas mais rápidas:

1. Altere todo o código HTML dentro das tags

para arquivos CSS externos. Estilos codificados nas próprias webpages tornam o site tumultuado já que são baixados toda vez que alguém acessa a página, enquanto um arquivo CSS externo é baixado apenas uma única vez no computador do visitante.

2. Diga não à objetos Macromedia Flash ou objetos Quicktime que rodam automáticos quando a página é carregada. Vídeos do Youtube, que iniciam apenas quando o botão Play é pressionado, podem ser uma boa alternativa.

3. Se suas páginas possuem muito código Javascript, altere todo o código para um arquivo externo que será carregado uma única vez.

4. Divida as páginas com excesso de conteúdo em páginas menores. Até os mecanismos de busca preferem essas páginas.

5. Grandes quantidades de imagens devem ser evitadas em webpages. Mas se você não puder ficar sem as imagens, seria bom dividí-las em imagens menores, evitando sempre as de grandes dimensões.

6. Diga NÃO à tranqueiras como chat, abas, previsão do tempo, mural, etc. Essas coisas não agregam valor ao seu site e aumentam em muito o tempo de carregamento da página.

7. Atributos simples de largura [width] e altura [height] na tag da imagem otimizam significantemente sua exibição já que os navegadores leêm as dimensões das imagens mesmo antes de as baixar do servidor onde estão hospedadas e exibí-las na página.

8. Faça a compressão de seus gráficos usando qualquer um dos utilitários de edição gratuitos, como Irfanview. Uma imagem jpeg com 60% de qualidade após comprimida é suficiente.

9. Limpe manualmente seu HTML – se você tiver montado o template do blog no Macromedia Dreamweaver ou Microsoft Frontpage, esses programas devem ter adicionado algumas tags HTML extra e outras informações que você provavelmente não precisará. Abra a template no Notepad e delete o que for desnecessário.

10. Fique bem longe de tabelas HTML (especialmente as aninhadas). Elas confundem o browser e complicam o carregamento da página. Use layers CSS.

fonte: http://recantodasletras.uol.com.br/visualizar.php?idt=495046